sexta-feira, 3 de julho de 2015

Receita Centro de Mesa Crochê

Receita Centro de Mesa Creme e Rosa

centro-mesa-creme-rosa-2

Material:
– 2 novelos de Duna na cor bege (8176)
– 1 novelo de Duna na cor rosa claro mesclado (9284)
– Agulha de Crochê Duna nº 2,5

Abreviações utilizadas:
carr: carreira
corr: corrente
pbxíssimo: ponto baixíssimo
pb: ponto baixo
pa: ponto alto
pad: ponto alto duplo

Como fazer:

1ª carr: 6 corr, junte com pbxíssimo para formar um círculo, 3 corr para subir, 1 pa fechado junto com a corr, * 3 corr, 2 pa fechados juntos*, repetir de * a * mais 6 vezes. Junte com pbxíssimo.
2ª carr: 3 corr para subir, 1 pa no mesmo ponto, * 2 pa nas 3 corr, 2 pa fechados juntos sobre o pa de base*, repetir de * a *até o final da carr. Junte com pbxíssimo.
3ª carr: 4 corr para subir, 1 pad fechado com as corr no mesmo ponto, * 10 corr, 2 pad fechados juntos sobre o pa fechado junto da carr anterior*, repetir de * a * até o final da carr. Junte com pbxíssimo.
4ª carr: * 6 pb, 2 corr, 6 pb, 2 corr*, fazer de * a * em cada arco até o final. Junte com pb.
5ª carr: 3 corr para subir, 3 corr, 1 pa no último pb que foi feito , * 4 corr, 1 pa nas 2 corr da carr anterior, 3 corr, 1 pa nas 2 corr da carr anterior*, repetir de * a * até o final da carreira. Junte com pbxíssimo.
6ª carr: 3 corr para subir, 3 corr, 1 pa no primeiro arco, *4 corr, 4 pa no segundo arco, 1 picô, 3 pa no mesmo arco, 4 corr, 1 pa no próximo arco, 3 corr, 1 pa no mesmo arco*, repetir de * a * até o final da carr. Junte com pbxíssimo.
7ª carr: 3 corr para subir, 1 pa no arco, 4 corr, 2 pa no mesmo arco, * 5 corr, pule 2 pa de base e faça 1 pa no terceiro,  4 corr, pule o pa com o picô e faça 1 pa no próximo pa de base, 5 corr, 2 pa no próximo arco, 4 corr, 2 pa no mesmo arco*, repetir de * a * até o final da carr. Junte com pb.
8ª carr: 2 corr para subir, 1 pa no arco, 3 corr, 2 pa no arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 4 corr, * 4 pa no próximo arco, 1 picô, 3 pa no mesmo arco, 4 corr, 2 pa no próximo arco, 3 corr, 2 pa, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 4 corr*, repetir de * a * até o final da carr. Junte com bxíssimo, 1 pbxíssimo no próximo ponto.
9ª carr: *1 pb no arco, 2 corr, 1 pa no mesmo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 2 pa no próximo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 4 corr, pule 2 pa de base, 1 pa no terceiro pa de base, 4 corr, 1 pa no pa de base logo após o picô, 4 corr*, repetir de * a * até o final da carr substituindo apenas o pb e 2 corr iniciais por 1 pa. Terminando a carr junte com pbxíssimo, 1 pbxíssimo no próximo ponto.
10ª carr: 1 pb no arco, 2 corr para subir, 1 pa no mesmo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 4 corr, 2 pa no próximo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 4 corr, * 4 pa no próximo arco, 1 picô, 3 pa no mesmo arco, 4 corr, 2 pa no próximo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 2 pa no próximo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 4 corr *, repetir de * a * até o final da carr. Junte com pbxíssimo, 1 pbxíssimo no próximo ponto.
11ª carr: * 1 pb no arco, 2 corr para subir, 1 pa no mesmo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 3 corr, 1 pa sobre as 4 próximas corr de base, 4 corr, 1 pa no mesmo arco, 3 corr, 2 pa no próximo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 4 corr, pule 2 pa de base, 1 pa no terceiro pa de base, 4 corr, 1 pa no pa seguinte ao picô, 4 corr*, repetir de * a * substituindo apenas o pb e 2 corr iniciais por 1 pa. No final da carr junte com pbxíssimo, 1 pbxíssimo no próximo ponto.
12ª carr: *1 pb no arco, 2 corr para subir, 1 pa no mesmo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 2 corr, 12 pa no próximo arco, 2 corr, 2 pa no próximo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 4 corr, 1 pb no próximo arco, 4 corr* repetir de * a * até o final da carr, apenas substituindo o pb e 2 corr iniciais por 1 pa. Junte com pbxíssimo, 1 pbxíssimo no próximo ponto.
13ª carr: 1 pb no arco, 2 corr, 1 pa no mesmo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 2 corr, * 1 pa sobre o pa, 1 corr*, repetir mais 11 vezes, faça mais 1 corr depois da última corrente feita, 2 pa no próximo arco, 3 corr, 2 pa, 3 corr, 1 pb sobre o pb de base, 3 corr, 2 pa no próximo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 2 corr. Continuar repetindo desde o primeiro * até completar a carr. Junte com pbxíssimo, 1 pbxíssimo no próximo ponto.
14ª carr: 1 pb no arco, 2 corr para subir, 1 pa no mesmo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 3 corr, 1 pb na corr de intervalo do pa de base, * 4 corr, 1 pb na próxima corr*, repetir mais 9 vezes, 2 corr, 2 pa no próximo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 4 corr. Continuar repetindo desde o começo da carr até completar a carr, substituindo apenas o pb e 2 corr iniciais por 1 pa. Junte com pbxíssimo, 1 pbxíssimo no próximo ponto.
15ª carr: 1 pb no arco, 2 corr, 1 pa no mesmo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, * 4 corr, 1pb no próximo arco*, repetir de * a * mais 9 vezes, 4 corr, 2 pa no próximo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 4 corr. Continuar repetindo desde o início da carr, substituindo apenas o pb e 2 corr iniciais por 1 pa. Junte com pbxíssimo, 1 pbxíssimo no próximo ponto.
16ª carr: 1 pb no arco, 2 corr, 1 pa no mesmo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, * 4 corr, 1 pb*, repetir de * a * mais 8 vezes, 4 corr, 2 pa no próximo arco, 3 corr, 2 pa no próximo arco, 4 corr. Continuar repetindo desde o inicio da carr, apenas substituindo o pb e 2 corr iniciais por 1 pa. Junte com pbxíssimo, 1 pbxíssimo no próximo ponto.
17ª carr: 1 pb no arco, 2 corr para subir, 1 pa no mesmo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, * 4 corr, 1 pb*, repetir de * a * mais 7 vezes, 4 corr, 2 pa no próximo arco, 3 corr, 2 pa no próximo arco, 6 corr. Continuar repetindo desde o inicio da carr, apenas substituindo o pb e 2 corr iniciais por 1 pa. Junte com pbxíssimo, 1 pbxíssimo no próximo ponto.
18ª carr: 1 pb no arco, 2 corr, 1 pa no mesmo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, * 4 corr, 1 pb*, repetir de * a * mais 6 vezes, 4 corr, 2 pa no próximo arco, 3 corr, 2 pa no mesmo arco, 8 corr. Continuar repetindo desde o inicio da carr, apenas substituindo o pb e 2 corr iniciais por 1 pa. Junte com pbxíssimo, 1 pbxíssimo no próximo ponto.
19ª carr: 1 pb no arco, 2 corr para subir, 2 pa no mesmo arco, 3 corr, 3 pa no mesmo arco, *4 corr, 1 pb*, repetir de * a * mais 5 vezes, 4 corr, 3 pa no próximo arco, 3 corr, 3 pa no mesmo arco, 16 corr. Continuar repetindo desde o inicio da carr, apenas substituindo o pb e 2 corr iniciais por 1 pa. Junte com pbxíssimo, 1 pbxíssimo no próximo ponto.
20ª carr: 1 pb no arco, 2 corr para subir, 2 pa no mesmo arco, 3 corr, 3 pa no mesmo arco, *4 corr, 1 pb*, repetir de * a * mais 4 vezes, 4 corr, 3 pa no próximo arco, 3 corr, 3 pa no mesmo arco, 2 corr, *1pa, 1 corr*(sobre as 16 corr de base), repetir mais 9 vezes, mais 1 corr após a última corr feita. Continuar repetindo desde o inicio da carr, apenas substituindo o pb e 2 corr iniciais por 1 pa. Junte com pbxíssimo, 1 pbxíssimo no próximo ponto.
21ª carr: 1 pb no arco, 2 corr para subir, 3 pa no mesmo arco, 3 corr, 4 pa no mesmo arco, *4 corr, 1 pb*, repetir de * a * mais 3 vezes, 4 corr, 4 pa no próximo arco, 3 corr, 4 pa no mesmo arco, 3 corr, 1 pb no primeiro pa dos 9 pa de base, 3 corr, *1 pb nas 2 próximas corr de base, 3 corr*, repetir de * a * mais 3 vezes, 1 pb no último pa, 3 corr. Continuar repetindo desde o inicio da carr, apenas substituindo o pb e 2 corr iniciais por 1 pa. Junte com pbxíssimo, 1 pbxíssimo nos próximos 3 pontos.
22ª carr: 1 pb, 2 corr para subir, 1 pa no mesmo ponto, 2 pa no arco, 3 corr, 2 pa no arco, 2 pa no pa de base, * 4 corr, 1 pb*, repetir de * a * mais 2 vezes, 4 corr, 2 pa no pa anterior ao próximo arco, 2 pa no arco, 3 corr, 2 pa no arco, 2 pa no pa seguinte ao arco, volte. Pbxíssimo até o segundo pa.
23ª carr: 3 corr para subir, 1 pa no mesmo pa de base, 1 pa no próximo pa de base, 2 pa no arco, 3 corr, 2 pa no arco, 1 pa no pa de base, 2 pa no próximo pa de base, 4 corr, 1 pb no arco, 4 corr, 1 pb no próximo arco, 4 corr, pule 2 pa de base, faça 2 pa no próximo pa, 1 pa no pa seguinte, 2 pa no arco, 3 corr, 2 pa no arco, 1 pa no pa de base, 2 pa no próximo pa, volte. Pbxíssimo nos 3 próximos pa de base.
24ª carr: 3 corr para subir, 1 pa em cada um dos próximos 2 pa, 2 pa no arco, 3 corr, 2 pa no arco, 1 pa em cada um dos 3 próximos pa de base, 4 corr, 1 pb no arco, 4 corr, pule 2 pa de base, faça 1 pa em cada um dos próximos 3 pa de base, 2 pa no arco, 3 corr, 2 pa no arco, 1 pa em cada um dos próximos 3 pa de base, volte. Pbxíssimo nos 3 próximos pa de base.
25ª carr: 3 corr para subir, 1 pa em cada um dos 2 próximos pa de base, 3 pa no arco, 1 pa em cada um dos próximos 3 pa de base, pule 2 pa de base, 1 pa em cada um dos próximos 3 pa de base, 3 pa no arco, 1 pa em cada um dos próximos 3 pa de base, volte. Pbxíssimo nos 3 próximos pa de base.
26ª carr: 4 corr para subir, 1 pad, 2 pa, 2 mpa, 1 pb na junção dos pa, 2 mpa, 2 pa, 2 pad, 4 corr. Arremate.

Repetir da 22ª carr – 26ª carr para o restante do trabalho, iniciando sempre na parte do arco de 4 pa, 3 corr, 4 pa, deixando livre a parte de intervalo para depois ser anexada a flor.

Flores das bordas (faça 8)

1ª carr: 6 corr, junte com pbxíssimo no primeiro ponto, 3 corr para subir, 5 corr, * 1 pa, 5 corr*, repetir de * a * mais 4 vezes. Junte com pbxíssimo.
2ª carr: *1 pb, 6 pa, 1 pb* repetir em cada um dos arcos. Junte com pbxíssimo.
3ª carr: * 1pb pegando por trás do pa da primeira carr, 7 corr*, repetir até o final da carr. Junte com pbxíssimo.
4ª carr: *1 pb, 8 pa, 1 pb* repetir em cada um dos arcos.
5ª carr: * 1 pb pegando por trás do pb da terceira carr, 9 corr*, repetir de * a * até o final da carr. Junte com pbxíssimo.
6ª carr: * 1 pb, 10 pa, 1 pb*, repetir em cada um dos arcos. Junte com pbxíssimo.
7ª carr: *1 pb pegando por trás do pb da quinta carr, 12 corr* repetir de * a * até o final da carr. Junte com pbxíssimo.
8ª carr: * 1 pb sobre o pb de base, 4 corr, 8 pa no arco, 4 corr*, repetir de * a * até o final da carr. Junte com pbxíssimo. Arremate.

Depois de terminar as flores da borda, com a cor creme trabalhando em zigue zague faça:
– Junte com *pb no mesmo ponto onde foram feitas as últimas 4 corr da 26ª carr, 11 corr, 1 pb entre as 4 corr e o pa da pétala, 8 corr, 1 pb nas 3 corr da 25ª carr, 5 corr, 1 pb no quarto pa da pétala, 5 corr, 1 pb no pa de base da 24ª carr, 6 corr, 1 pb nas outras 4 corr da pétala, 5 corr, junte no pa de base da 23ª carr com pb, 6 corr, 1 pb nas 4 corr da flor, 5 corr, 1 pb no primeiro arco de base, 3 corr, 1 pb no pa da pétala, 3 corr, 1 pb no terceiro arco de base, 3 corr, pule 2 pa da pétala e faça 1 pb no próximo pa, 3 corr, 1 pb no quinto arco de base, 5 corr, 1 pb nas 4 corr, 6 corr, 1 pb no pa de base da 23ª carr, 6 corr, 1 pb nas 4 corr da pétala, 6 corr, 1 pb no pa de base da 24ª carr, 6 corr, 1 pb no quarto pa da pétala, 7 corr, 1 pb no pa de base da 25ª carr, 8 corr, 1 pb nas 4 corr da pétala, 11 corr, pule 1 pa de base da 25ª carr e faça 1 pb no próximo pa, 5 corr, 1 pb na quarta corr da 26ª carr, 4 corr, 1 pb no mesmo ponto, 5 corr, 1 pb no próximo pa, 4 corr, 1 pb no mesmo ponto, 5 corr*, repetir de * a * até o final da carr. Junte com pbxíssimo e arremate.

Flores pequenas (faça 8)

1ª carr: 6 corr, junte com pbxíssimo no primeiro ponto, * 1 pb, 5 corr*, repetir de * a * mais 5 vezes. Junte com pbxíssimo.
2ª carr: *1 pb, 5 pa, 1 pb*, repetir de * a * em cada arco até o final da carr. Junte com pbxíssimo e arremate.

centro-mesa-creme-rosa-grafico-1

centro-mesa-creme-rosa-grafico-2

centro-mesa-creme-rosa-grafico-3

{Fonte e imagem blog.bazarhorizonte.com.br/}

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Sapatinho de bebê de crochê

Sapatinho de bebê de crochê


linda esta sandalinha rosa de crochê para as meninas, um luxo!!!


terça-feira, 30 de junho de 2015

Passadeira Colorida – Barbante Euroroma

Passadeira Colorida – Barbante Euroroma

200px

Material:

Nesta receita foram usadas 11 cores de Euroroma 4/6. São elas: 200, 270, 450, 500, 610, 750, 801, 803, 901, 903 e 1050. A agulha para crochê indicada é a 3,5mm. O tamanho desse material é de 115cm X 35cm.
141009_grafico_primeiro


Para fazer, é só seguir o gráfico abaixo para fazer os quadrados coloridos e o esquema abaixo para montagem!



segunda-feira, 29 de junho de 2015

Pelerine Mesclada – Fio Cisne Carnival

Pelerine Mesclada – Fio Cisne Carnival

600px

Material:
Fio Cisne Carnival (nov. 100 g): 5 nov. na cor: 00007 (mescla);


Materiais adicionais:
Ag. para tricô Corrente Milward nº 8;
Ag. para costura Tapestry Corrente Milward nº 16.


texto1

{fonte e imagem blog.bazarhorizonte.com.br}

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Receita: Gola e Gorro

 Receita: Gola e Gorro Lateralus – Fio Sock Superwash


golaegorroMini

Materiais/Gola:
– 1 meada de Da Fazenda Sock Superwash na cor 208.
– Agulha Circular 80cm de 2,00 mm;
– 2 marcadores de ponto, 6 botões, agulha de tapeçaria, linha e agulha para pregar os botões.




golaegorro

Criação Juliana Gaiolli Serrano


Amostra:

Tecida em carreira de idas e voltas e blocada:
Barra 2×2: 20 pontos x 35 carreiras = 10cm
Uma faixa com trança 4×4 (conforme explicado mais adiante) – 3,5cm de largura.


Observações

Essa gola é feita com as mesmas voltas, semicírculos, que compõem a espiral do gorro, porém o efeito é bem diferente. O normal, em golas, é tricotá-las como um grande retângulo, juntando as pontas, ou circularmente de baixo para cima. No nosso caso, vamos tricotar a gola como uma faixa que sobe e desce, sobe e desce, continuamente até que tenhamos o tamanho desejado.


Esquema

Pense em um fio, a forma como você o dobra para guardá-lo: sobe, vira, desce, vira, sobe, vira, desce. Não se preocupe se você não entendeu direito a construção, parece muito mais difícil quando explicamos, mas, ao fazer, tudo fica claro.
esquema


Tamanho
A gola tem 29 cm de altura e 70 cm de largura. Para ajustar a altura dela, você fará menos carreiras até os semicírculos. Para ajustar a largura, você fará menos “faixas” ou as tricotará com menos pontos.

gola



Abreviações

a – aumentos feitos com laçada torcida
t – Trança

A trança é feita, sempre, com 3×3 pontos. Ela é virada 4 vezes. Como o gorro, ela é composta de dois “tubos” que se cruzam. Os “tubos” são os pontos em jérsei e eles são sempre separados por um ponto tricô na frente e meia no verso (como os pontos de borda) que, mesmo no meio da trança, nunca é trançado. Por isso, quando você for trançar, é pedido que você tenha 2 agulhas auxiliares. Na primeira, escorregue os pontos que irão trançar, e os coloque para trás do tricô. Na segunda, você coloca o ponto de separação. Você tricota, em meia, os pontos da trança que estavam na agulha esquerda e, depois, o ponto de separação e, em seguida, os pontos da primeira agulha auxiliar. Dessa forma, você trança os pontos dos “tubos”, mas o ponto do meio permanece no lugar.

GLOSSÁRIO
m / t – meia e tricô.
ms – mate simples
md – mate duplo
mdc – mate duplo central
2pjm – 2 pontos juntos em meia
2pjt – 2 pontos juntos em tricô
arr. – arremate
pto. – ponto
pts. – pontos
a1 – aumente 1
ae – aumento à esquerda
ad – aumento à direita
mft = meia frente e trás
tft = trico frente e trás
mtorc / ttorc = meia torcido/tricô torcido.
lçtorc – laçada torcida (bl em ingês)
mb – meia no ponto de baixo
cm – colocar marcador
pm – passar marcador
1psfm – 1 ponto sem fazer em meia (sl st em inglês)
2tmd = 2 pontos torcidos em meia e inclinados para a direita: Tricotar o segundo ponto da agulha esquerda em meia. Em seguida tricotar também em meia o primeiro ponto da agulha esquerda e então transferir os dois para a agulha direita.
2F/2m – coloque 2 pontos à espera numa agulha auxiliar à frente do trabalho, 2m, trabalhe os dois pontos da agulha auxiliar em meia
2F/1t – coloque 2 pontos à espera numa agulha auxiliar à frente do trabalho, 1t, trabalhe os dois pontos da agulha auxiliar em meia
1A/2m – coloque 1 ponto à espera numa agulha auxiliar à frente do trabalho, 2m, trabalhe o ponto da agulha auxiliar em tricô


Observações:

Como o gorro, você “grudará” uma faixa na outra levantando pontos da anterior e fazendo com o último/primeiro das carreiras. Perceba que, quando você faz na primeira vez o ponto é normal. Na segunda, esses “grudados” são torcidos. E assim deverá ser até o fim, alternadamente.


Execução:

Monte 2 pontos. Em carreiras de idas e voltas, faça:
Dir.: 2t. Vire.
Av.: 1m, a1, 1m. Vire.
carr. 3: 2t, a1, 1t. Vire.
carr. 4: 2m, a1, 2t. Vire.
carr. 5: 2m, a1, 3t. Vire.
carr. 6: 3m, a1, 2t, 1m. Vire.
carr. 7: 1t, a1, 3m, 3t. Vire.
carr. 8: 3m, 3t, 1m, a1, 1t. Vire.
carr. 9: 2m, a1, 1t, 3m, 3t. Vire.
carr. 10: 3m, 3t, 1m, a1, 2t, 1m. Vire.
carr. 11: 1t, a1, 3m, 1t, 3m, 3t. Vire.
carr. 12: 3m, 3t, 1m, 3t, a1, 2m. Vire.
Aqui encerramos os aumentos.
carr. 13: 3t, 3m, 1t, 3m, 3t. Vire.
carr. 14.: 3m, 3t, 1m, 3t, 3m. Vire.
carr. 15: 3t, 3m, 1t, 3m, 3t. Vire.

PRIMEIRA SESSÃO DE CARREIRAS ENCURTADAS – primeiro semicírculo.
Av.: 3m, 3t, 1m, 3t, 2m. Vire (deixe 1 ponto à espera).
Dir.: Lç, 2t, 3m, 1t, 3m, 3t. Vire.
carr. 3: 3m, 3t, 1m, 3t, 1m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 4: Lç, t, 3m, 1t, 3m, 3t. Vire.
carr. 5: 3m, 3t, 1m, 3t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 6: Lç, 3m, 1t, 3m, 3t. Vire.
carr. 7: 3m, 3t, 1m, 2t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 8: Lç, 2m, 1t, 3m, 3t. Vire.
carr. 9: 3m, 3t, 1m, 1t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 10: Lç, 1m, 1t, 3m, 3t. Vire.
carr. 11: 3m, 3t, 1m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 12: Lç, 1t, 3m, 3t. Vire.
carr. 13: 3m, 3t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 14: Lç, 3m, 3t. Vire.
carr. 15: 3m, 2t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 16: Lç, 2m, 3t. Vire.
carr. 17: 3m, 1t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 18: Lç, 1m, 3t. Vire.
carr. 19: 3m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 20: Lç, 3t. Vire.
carr. 21: 2m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 22: Lç, 2t. Vire.
carr. 23: 1m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 24: Lç, 1t. Vire.
carr. 25: 1m. Vire.

Carreira de junção – 3pjt (lç + pto + primeiro ponto levantado da lateral do pedacinho que você acabou de tricotar), 2x (2pjt), 2x (2pjm), 3x (2pjt), 3x (2pjm ), 3x (2pjm).

As 14 próximas carreiras serão tricotadas com o primeiro ponto do direito e o último do avesso juntos com 2 pontos levantados da gola, conforme desenho acima. Depois dessas carreiras, tricote o restante da faixa inteira sem essa preocupação.

Faça o ponto da trança, que será repetido por toda a gola:

Dir.: tç. Vire.
Av.: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 3: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 4: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 5: tç. Vire.
carr. 6: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 7: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 8: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 9: tç. Vire.
carr. 10: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 11: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 12: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 13: tç. Vire.
carr. 14: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 15: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 16: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 17: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 18: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 19: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 20: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 21: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 22: acompanhando os pontos. Vire.

Repita a sequência acima 3 vezes. Repita da carreira 1 até a carreira 16 mais uma vez. Aqui, foi atingida a altura da gola.

SEGUNDA SESSÃO DE CARREIRAS ENCURTADAS – segundo semicírculo.
Dir.: 3t, 3m, 1t, 3m, 2t. Vire (deixe 1 ponto à espera).
Av.: Lç, 2m, 3t, 1m, 3t, 3m. Vire.
carr. 3: 3t, 3m, 1t, 3m, 1t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 4: Lç, 1m, 3t, 1m 3t, 3m. Vire.
carr. 5: 3t, 3m, 1t, 3m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 6: Lç, 3t, 1m, 3t, 3m. Vire.
carr. 7: 3t, 3m, 1t, 2m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 8: Lç, 2t, 1m, 3t, 3m Vire.
carr. 9: 3t, 3m, 1t, 1m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 10: Lç, 1t, 1m, 3t, 3m. Vire.
carr. 11: 3t, 3m, 1t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 12: Lç, 1m, 3t, 3m. Vire.
carr. 13: 3t, 3m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 14: Lç, 3t, 3m. Vire.
carr. 15: 3t, 2m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 16: Lç, 2t, 3m. Vire.
carr. 17: 3t, 1m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 18: Lç, 1t, 3m. Vire.
carr. 19: 3t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 20: Lç, 3m. Vire.
carr. 21: 2t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 22: Lç, 2m. Vire.
carr. 23: 1t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 24: Lç, 1m. Vire.
carr. 25: 1t. Vire.

Carreira de junção – 1t, 2x (2pjt) , 3x (2pjm), 2pjt, 3x (2pjm), 2x (2pjt ), 3pjt (lç +pto + pto levantado da faixa acabada de tricotar).

Vamos, agora, começar a segunda faixa. Ela será feita sempre com o último ponto das carreiras do direito e o primeiro das carreiras do avesso junto com um ponto levantado da extremidade da faixa anterior. Levante sempre o nó do ponto e a alça também.
Dir: 3t, 3m, 1t, 3m, 2t, 2pjt (ponto normal mais ponto levantado). Vire.
Av.: 2pjm (pto + pto levantado), 2m, 3t, 1m, 3t, 3m. Vire.

Repita a sequência acima 8 vezes.

Faça o ponto de trança 3 vezes.

Repita a sequência acima mais 8 vezes.

Nesse momento você deve atingir a extremidade do primeiro semicírculo que você fez. Faça a terceira sessão de carreiras encurtadas, igualmente à primeira. Não levante mais os pontos da primeira faixa na sessão de carreiras encurtadas.

Carreira de junção – 1m, 2x(2pjm), 3x(2pjt), 2pjm, 3x(2pjt), 2x (2pjm), 3pjmt (lç + pto + primeiro ponto levantado da lateral da faixa que você acabou de tricotar).

Faça o ponto de trança até alcançar a próxima extremidade. Quando isso acontecer, faça mais um semicírculo com carreiras encurtadas igualmente à segunda sessão descrita acima.

Repita as duas últimas faixas até que a gola tenha a largura desejada. A última faixa deve ser como a primeira que você fez, para que a finalização caia na parte inferior, contrastando com o primeiro caracolzinho, que foi na parta superior. Nessa última faixa não se esqueça de fazer as casas dos botões. No meu caso, foram 5 (extremidade superior, nas 3 partes entre as tranças, na extremidade inferior). Eu fiz a seguinte forma:

Após última carreira de trançado
Av.: 3m, 3t, 1m, 3t, 3m. Vire.

Dir.: acompanhando os pontos.(ou carreira de junção no caso das extremidades). Vire.
carr. 3: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 4: 3t, 3m, 1t, 1m, derruba o tricô em cima do meia, 1m, derruba o ponto anterior em cima do último, 1m, 3t (arremata 2 ptos no meio). Vire.
carr. 5: 3m, 2t, a2, 3t, 3m. Vire.

No final da faixa, faça o último semicírculo. Depois da carreira de junção, finalize a gola:

Dir: acompanhando os pontos, mas nos 2pj do final, fazer 2 + o ponto levantado, ou seja, 3pj (em t se o ponto for tricô, em m se o ponto for meia). Vire.

Av.: começar a carreira com 3pj – o ponto levantado + 2 pontos da agulha (em t se o ponto for tricô, em m se o ponto for meia). Vire.

Repetir a sequência acima até restar apenas 1 ponto na agulha.


Finalização:

Pregue os botões e esconda as pontas. Bloque a peça. Sua gola está pronta.



Materiais/Gorro:

– 1 meada de Da Fazenda Sock Superwash na cor 205;
– Agulha circular 80cm de 2,00 mm;
– 2 marcadores de ponto, 6 botões, agulha de tapeçaria, linha e agulha para
pregar os botões.
Amostra:
Tecida em carreira de idas e voltas e blocada:
Barra 2×2: 20 pontos x 35 carreiras = 10cm
Uma faixa com trança 4×4 (conforme explicado mais adiante) – 3,5cm de largura.
Observações:
  • Esse gorro é tecido de cima para baixo, em forma de espiral, sem nenhum costura. Por isso o nome dele – em homenagem a uma música da banda Tool que é inteiramente feita em espiral, tanto a letra como a sonoridade em si (“swing on the spiral…spiral out, keep going…”). A graça dele é que aparenta um padrão muito certinho, com a trança exata e os espaços entre elas também. Porém, como você vai ver ao tecê-lo, ele é muito irregular e dá a liberdade de aumentos praticamente em qualquer lugar. O que garante esse efeito é a junção do arredondado da cabeça com o arredondado da espiral – como se os dois arredondados se anulassem e resultassem, visualmente, no efeito de retidão.
  • Outra coisa legal desse gorro é o fato de ele ter tranças horizontais e ser tecido de uma forma inusitada – isso dá a essa técnica uma boa adaptabilidade a outras peças e é bem divertido!
esquema2



Tamanho

Achar o tamanho desejado é fácil – ele tem muitas sessões de carreiras encurtadas que servem como aumentos. Assim que a sua espiral atingir a circunferência do cocoruto, você irá continuar o padrão de trança sem carreiras encurtadas, fazendo com que o gorro desça reto. Como amostra, para checar quantas “faixas” de espiral você terá que fazer até que o cocoruto esteja todo coberto, faça o padrão da trança 3×3 com os pontos tricô no direito e meia no avesso de borda. Cheque quantos cm você obteve desse padrão. Se o tamanho da sua amostra não for múltiplo do tamanho do cocoruto, você pode “comer” pontos de borda da trança até que eles sejam múltiplos.

Por exemplo: se a minha faixa tem 6cm, mas o cocoruto tem 20cm, eu “tiro” X pontos de borda da faixa para que ela fique com 4cm, por exemplo, facilitando o encaixe na cabeça – como, no começo, temos apenas 2 pontos e vamos aumentando, essa medida é realmente mais aproximada do que exata.

Mas, com a mexida no tamanho da faixa como explicado e o fato de ir fazendo e experimentando, você consegue controlar bem o resultado final. E, novamente, esse gorro é irregular, e muito da graça dele está em não ser exato – se ele ficar um pouco largo, por exemplo, ele fica bem bonito também, e você pode, na hora de levantar pontos para fazer a barra, levantar menos pontos do que o indicado para que a barra fique mais justa, prendendo o gorro na cabeça.


Abreviações

a – aumentos feitos com laçada torcida
t – Trança
A trança é feita, primeiramente, com 2x 2 pontos e, posteriormente, com 3×3 pontos e, ainda, com 4×4 pontos. Ela é virada, no começo, 2 vezes, depois 3 e, no final, 4vezes. Essa progressão ajuda a dar o visual da espiral. Entretanto, mesmo com pontos e números de viradas diferentes, ela segue sempre a mesma lógica. Ela é composta de dois “tubos” que se cruzam. Os “tubos” são os pontos em jérsei e eles são sempre separados por um ponto tricô na frente e meia no verso (como os pontos de borda) que, mesmo no meio da trança, nunca é trançado. Por isso, quando você for trançar, é pedido que você tenha 2 agulhas auxiliares. Na primeira, escorregue os pontos que irão trançar, e os coloque para trás do tricô. Na segunda, você coloca o ponto de separação. Você tricota, em meia, os pontos da trança que estavam na agulha esquerda e, depois, o ponto de separação e, em seguida, os pontos da primeira agulha auxiliar. Dessa forma, você trança os pontos dos “tubos”, mas o ponto do meio permanece no lugar.


Importante: 

Os pontos das extremidades: para que as faixas fiquem juntas sem qualquer necessidade de costura e com alinhamento perfeito, depois que viramos a espiral, o último ponto do direito é sempre feito junto com o ponto da faixa que está na sequência do tricô, como no desenho. O primeiro ponto das carreiras do avesso é feito, também, com o ponto levantado. Levante sempre a alça e os nós dos pontos – a alça sempre nas carreiras do direito e os nós sempre nas carreiras do avesso, ou viceversa, estabeleça esse padrão e siga até o final.


Execução

Monte 2 pontos. Em carreiras de idas e voltas, faça:
Dir.: 2t. Vire
Av.: 2m. Vire.
carr. 3: 1t, a1, 1t. Vire.
carr. 4: 3m. Vire.
carr. 5: 1t, a1, 1t, a1, 1t. Vire.
carr. 6: 1m, 1t, 1m, 1t, 1m. Vire.PRIMEIRA SESSÃO DE CARREIRAS ENCURTADAS – aqui começamos a virar nossa espiral.
carr. 1: 1t, 1m, 1t, 1m. Vire (deixe 1 ponto à espera).
carr. 2: lç, 1t, 1m, 1t, 1m. Vire.
carr. 3: 1t, 1m, 1t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 4: lç, 1m, 1t, 1m. Vire.
carr. 5: 1t, 1m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 6: lç, 1t, 1m. Vire.
carr. 7: 1t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 8: lç, 1m. Vire.

Carreira de junção – 1t, 2pjm (lç +pto), 2pjt (lç +pto), 2pjm (lç +pto), 3pjt (lç +pto +
ponto montado na agulha no começo).

O primeiro marcador será posicionado no primeiro ponto da sua agulha. Ele vai marcar onde você fará outra sessão de carreiras encurtadas, depois de dar a volta completa na espiral.

Vire o trabalho.

Levante o próximo ponto na rodela, faça junto com o primeiro ponto. A partir de agora, intercalaremos o primeiro e o último sempre com o ponto de dentro da rodela, para irmos grudando a nossa espiral, conforme explicado acima.
carr.: 2pjm, 1t, 1m, 1t, 1m.


Primeira trança

carr. 1: 1t, a1, coloca 1 ponto em uma agulha auxiliar, colocar o ponto seguinte em outra agulha auxiliar, 1m, coloca de volta os dois pontos na agulha de forma invertida – o da segunda e, depois, o da primeira – e tricota eles (1t, 1m), a1, 2pjt (com o ponto
levantado). Vire o trabalho.
carr. 2: 2pjm (com o ponto levantado), 1m, 1t, 1m, 1t, 1m. Vire.
carr. 3: 2t, 1m, 1t, 1m, 1t, 2pjt (com o ponto levantado). Vire.
carr. 4: 2pjm (com o ponto levantado), 1t, 1m, 1t, 1m, 2t. Vire.
carr. 5: 2t, 1m, a1, 1t, a1, 1m, 1t, 2pjt (com o ponto levantado). Vire.
carr. 6: 2pjm (com o ponto levantado), 1m, 2t, 1m, 2t, 2m. Vire.


Segunda trança

carr. 7: 2t, coloca 2meias na agulha auxiliar e 1 tricô na outra agulha auxiliar, 2 meias, devolver o tricô e o 2 meias depois, 1t, 2m, 1t, 2pjt (com o ponto levantado). Vire.carr. 8: 2pjm (com o ponto levantado), 1m, 2t, 1m, 2t, 2m. Vire.
carr. 9 e 10: Faça uma carreira do avesso e uma do direito acompanhando os pontos.


SEGUNDA SESSÃO DE CARREIRAS ENCURTADAS – mais viradas da nossa espiral.

carr. 1: 2t, 2m, 1t, 2m, 1t. Vire (deixe 1 ponto à espera).
carr. 2: lç, 1m, 2t, 1m, 2t, 2m. Vire.
carr. 3: 2t, 2m, 1t, 2m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 4: lç, 2t, 1m, 2t, 2m. Vire.
carr. 5: 2t, 2m, 1t, 1m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 6: lç, 1t, 1m, 2t, 2m. Vire.
carr. 7: 2t, 2m, 1t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 8: lç, 1m, 2t, 2m. Vire.
carr. 9: 2t, 2m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 10: lç, 2t, 2m. Vire.
carr. 11: 2t, 1m. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 12: lç, 1t, 2m. Vire.
carr. 13: 2t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 14: lç, 2m. Vire.
carr. 15: 1t. Vire (deixe mais 1 ponto à espera).
carr. 16: lç, 1m. Vire.

Carreira de junção – 1t, 2pjm (lç +pto), 2pjt (lç +pto), 2pjm (lç +pto), 3pjt (lç +pto + ponto levantado).

Coloque o segundo marcador no primeiro ponto. Ele vai marcar onde você fará outra sessão de carreiras encurtadas, depois de dar a volta completa mais uma vez na espiral. No total, você fará duas sessões de carreiras encurtadas por volta na espiral. O ideal é que elas sejam alinhadas por uma linha reta – um marcador pode estar na reta do outro, passando pelo centro da espiral, conforme desenho.

Mas, novamente, friso que esse desenho não é exato e não é, de qualquer forma, necessário que os dois estejam perfeitamente alinhados, eles podem ficar um pouco fora de eixo sem nenhum prejuízo ao efeito final.
esquema3

Dir.: tç. Vire.

Av.: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 3: acompanhando os pontos. Vire
carr. 4: acompanhando os pontos. Vire
carr. 5: tç. Vire.
carr. 6: acompanhando os pontos. Vire.

A próxima carreira deve ser a que levantará o ponto que está com o primeiro marcador colocado. Tire o marcador, reserve-o.


SESSÃO DE CARREIRAS ENCURTADAS. Faça igual à segunda sessão, descrita acima.


Carreira de junção. Vire.

Carreira do avesso acompanhado os pontos. Vire.

Coloque marcador no primeiro ponto.

Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos (não se esqueça de levantar os pontos e fazê-los junto com os da extremidade).
Dir.: tç. Vire.

Av.: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 3: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 4: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 5: tç. Vire.carr. 6: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 7: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 8: acompanhando os pontos. Vire.

Repita as carreiras 7 e 8 por 3 vezes.


AQUI COMECE A TRANÇAR NUMA SEQUÊNCIA DE 3

Dir.: tç. Vire.
Av.: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 3: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 4: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 5: tç. Vire.
carr. 6: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 7: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 8: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 9: tç. Vire.
carr. 10: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 11: acompanhando os pontos. Vire.
carr. 12: acompanhando os pontos. Vire.

Aqui você deve atingir o segundo marcador. Retire-o, deixe reservado e faça:
SESSÃO DE CARREIRAS ENCURTADAS.

Carreira de junção. Vire.

Carreira do avesso acompanhando os pontos. Vire.

Coloque marcador no primeiro ponto.

Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos.

TRANÇAR NUMA SEQUÊNCIA DE 3 (como descrito acima).
3x (Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos).

TRANÇAR NUMA SEQUÊNCIA DE 3 (como descrito acima).

Aqui você deve atingir o segundo marcador. Retire-o, deixe reservado e faça:


SESSÃO DE CARREIRAS ENCURTADAS


Carreira de junção. Vire.

Carreira do avesso acompanhando os pontos. Vire.

Coloque marcador no primeiro ponto.

Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos. TRANÇAR NUMA
SEQUÊNCIA DE 3 (como descrito acima).
3x (Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos).

TRANÇAR NUMA SEQUÊNCIA DE 3 (como descrito acima).
3x (Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos).

TRANÇAR NUMA SEQUÊNCIA DE 3 (como descrito acima).

OBS: nesse caso, o meu marcador foi atingido antes de fazer a última carreira de trança, mas não tem problema porque ainda consigo trançar com o último e o penúltimo à espera. Se tivesse que adiar as carreiras encurtadas por até 4 carreiras tudo bem, elas podem esperar. Se tiver que aguardar mais do que 4 carreiras por causa da trança, deixe a trança apenas para depois das carreiras encurtadas – essa é a inconstância do padrão, isso dá bastante flexibilidade para as repetições.

Aqui você deve atingir o segundo marcador. Retire ele, deixe reservado e faça:

SESSÃO DE CARREIRAS ENCURTADAS

Carreira de junção. Vire.

Carreira do avesso acompanhando os pontos. Vire.

Coloque marcador no primeiro ponto.

Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos.

TRANÇAR NUMA SEQUÊNCIA DE 3 (como descrito acima).
3x (Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos).

TRANÇAR NUMA SEQUÊNCIA DE 3 (como descrito acima).
3x (Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos).

TRANÇAR NUMA SEQUÊNCIA DE 3 (como descrito acima).
3x (Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos).

Aqui você deve atingir o marcador. Retire ele, deixe reservado e faça:

SESSÃO DE CARREIRAS ENCURTADAS

Carreira de junção. Vire.

Carreira do avesso acompanhando os pontos. Vire.

Coloque marcador no primeiro ponto.

Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos.

ÚLTIMO AUMENTO DA FAIXA

TRANÇAR NUMA SEQUÊNCIA DE 3 (como descrito acima).
2x (Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos).AUMENTO NA TRANÇA

Dir.: 2t, 1m, 1a, 1m, 1t, 1m, 1a, 1m, 1t, 2pjt (com o ponto levantado).

Av.: 2pjm (com o ponto levantado) 1m 3t 1m 3t 2m.


AUMENTO NAS BORDAS


Dir.: 1t 1a 1t 3m 1t 3m 1t 1a 2pjt (com o ponto levantado).

Av.: 2pjm (com o ponto levantado), 2m, 3t 1m 3t 3m.

ATENÇÃO: Agora a trança terá 3m na agulha auxiliar, 1t na agulha auxiliar, 3m, 1t da
segunda agulha auxiliar, 3m da agulha auxiliar.

TRANÇAR NUMA SEQUÊNCIA DE 3 (como descrito acima).
3x (Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos).

TRANÇAR NUMA SEQUÊNCIA DE 3 (como descrito acima).

Aqui você deve atingir o marcador. Retire ele, deixe reservado e faça:

SESSÃO DE CARREIRAS ENCURTADAS

Carreira de junção. Vire.

Carreira do avesso acompanhando os pontos. Vire.

Coloque marcador no primeiro ponto.

Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos.

TRANÇAR NUMA SEQUÊNCIA DE 3 (como descrito acima).
3x (Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos).

TRANÇAR NUMA SEQUÊNCIA DE 3 (como descrito acima).
3x (Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos).

TRANÇAR NUMA SEQUÊNCIA DE 3 (como descrito acima).
3x (Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos).

Aqui você deve atingir o marcador. Retire ele, deixe reservado e faça:
SESSÃO DE CARREIRAS ENCURTADAS

Carreira de junção. Vire.

Carreira do avesso acompanhando os pontos. Vire.

Coloque marcador no primeiro ponto.

Uma carreira de direito e uma do avesso acompanhando os pontos.

Continue o padrão, alternando trança e sessão de carreiras encurtadas (parte em itálico acima) até que a circunferência da espiral cubra todo o cocoruto. Quando você quiser que o gorro desça reto, pare de fazer as sessões de carreiras encurtadas e fique somente no padrão da trança. Retire os marcadores e recoloque um deles no ponto em que você fez a primeira volta, lá em cima. Ele mostrará o ponto em que você deverá encerrar esse padrão. Para continuar com os efeitos visuais, comece a trançar 4x a partir daqui. Entretanto, mantenha as 3 carreiras de direito e 3 de avesso entre as trançadas.

Continue tricotando até que o gorro tenha a altura desejada (cubra toda a cabeça até metade da testa e até a nuca). Quando ele tiver a altura desejada, finalize a espiral na linha do marcador e depois de uma última trançada da seguinte maneira:

Dir.: fazer a carreira acompanhando os pontos, mas nos 2pj do final, tricotar 2 da agulha + o ponto levantado, ou seja, 3pj (em t se o ponto for tricô, em m se o ponto for meia). Vire.

Av.: começar a carreira com 3pj – o ponto levantado + 2 pontos da agulha (em t se o ponto for tricô, em m se o ponto for meia). Vire.

Repetir a sequência acima até restar apenas 1 ponto na agulha. Ele será o ultimo ponto da barra.

Deixar o ponto na agulha e levantar os pontos em volta da circunferência do gorro. No meu caso, para que ficasse ajustado e sem repuxos, levantei três alças, um nó, três alças, um nó… até o final da circunferência.

Comece a carreira de barra 2×2 no primeiro ponto levantado. Faça 7 carreiras em tricô circular.


Casa do botão: ao finalizar a oitava carreira, vire. Faça a nona carreira pelo avesso. Vire.

Faça a décima carreira pelo direito e volte a tricotar circular. A casa do botão está feita.
Faça mais 6 carreiras em barra 2×2. Arremate frouxamente.


Finalização

Pregue o botão e esconda as pontas. Bloque a peça. Seu gorro está pronto.

 {Fonte e imagem blog.bazarhorizonte.com.br/}

AVISO IMPORTANTE!!!
Muitas fotos são retiradas da Internet,
se você detém algum direito autoral sobre alguma foto ou material
postado aqui, entre em contato comigo,
eu o removerei ou colocarei os devidos créditos.
Obrigada!!!!